Fiscalização em serviços de beleza e estética

entidade-de-defesa-do-consumidor-visitou-estabelecimentos-da-capital-paulista-1489183425858_v2_900x506.jpg

Fonte UOL Beleza

No último dia 8, o Procon-SP realizou a operação Vênus, que visitou diversos estabelecimentos de beleza e estética de São Paulo em busca de irregularidades. A entidade esteve presente em vários salões de beleza conceituados e encontrou muitas coisas indevidas, como utilização de esmaltes vencidos, exposição de produtos à venda sem informação de preço, imposição de valor mínimo para pagamento com cartão, entre outras.

Infelizmente, muitas vezes o cliente dos serviços de beleza e estética nem sabe quais são seus direitos dentro desses estabelecimentos. E isso porque não estamos nem entrando na questão do obedecimento às regras da Vigilância Sanitária, que impõe uma série de requisitos para que se possa trabalhar garantindo a higiene e a segurança de todos.

Por isso, sempre que você for a um salão de beleza ou outro tipo de estabelecimento de estética, fique atento a alguns detalhes que podem indicar se aquele local se preocupa com o seu bem-estar:

  • O local é limpo e bem ventilado. Salões que deixam cabelos no chão, salas que não possuem ar-condicionado ou mesmo ventiladores, ausência de bebedouro na sala de espera, entre outros itens, são indícios de que aquele local não está preocupado em oferecer uma boa experiência aos clientes.
  • Observe o prazo de validade dos produtos. Se for preciso, pergunte e peça para ver. É seu direito saber, afinal, aquele produto será usado em você, no seu cabelo, na sua pele, nas suas unhas. Se desconfiar que está havendo troca de embalagens (quando a pessoa coloca um produto na embalagem de outro), reclame, questione, porque isso também não está certo.
  • Sempre pergunte o preço antes de iniciar os procedimentos. Parece uma dica besta, mas acontece de os profissionais irem “emendando” um procedimento no outro e a pessoa achar que é tudo parte daquele primeiro que ela contratou. Lá no final é que fica sabendo o preço real de tudo que fez, e aí o estrago já está feito!
  • Fique atento aos produtos que são descartáveis. Cera de depilação, palitos de madeira, lençóis de maca, toucas e agulhas não podem ser reutilizados nunca! Mesmo os palitos de madeira devem ser jogados fora após entrarem em contato com a pele do cliente uma única vez, pois podem contaminar o cosmético se isso não acontecer. Não aceite a reutilização de nenhum produto descartável!

Seguindo essas dicas básicas, é possível ter um pouco mais de confiança no estabelecimento. Caso você encontre alguma irregularidade, denuncie aos órgãos competentes, que podem ser o Procon ou a própria Vigilância Sanitária, dependendo da queixa.

Para saber quais foram os problemas encontrados pelo Procon-SP durante a operação Vênus, clique aqui.

Se quiser conhecer as exigências da Vigilância Sanitária para o funcionamento dos estabelecimentos de estética, clique aqui.

Até a próxima!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s