Gravidez e estética: pode ou não pode?

A gestação é um período de intensas transformações físicas e psicológicas para a mulher. Todo seu organismo sofre modificações para gerar aquele novo ser e, naturalmente, tais alterações fisiológicas também acarretam em consequências inestéticas. As mais comuns são as estrias, as manchas, os edemas (inchaços), as celulites, a acne… Entre outras que podem interferir na autoestima e no bem-estar das futuras mamães.

Para todas essas afecções estéticas há tratamentos. Porém, durante o período gestacional, muitos deles são contraindicados. E isso acontece, algumas vezes, não porque fazem mal à saúde do bebê, mas sim porque não existem estudos que comprovem sua segurança para o feto. Deste modo, é melhor prevenir. Mas, como não podemos deixar as futuras mamães na mão, temos algumas soluções para amenizar os incômodos que surgem durante a gestação.

  • Manchas

melasmaO tipo de mancha que aparece com mais frequência em gestantes é o melasma. De cor acastanhada, aparece em áreas expostas ao sol, especialmente na face, mas também pode aparecer em outras partes do corpo. Entre as causas, pode-se apontar não apenas a exposição solar, mas também a predisposição genética, fatores hormonais (como na gravidez) e até uso de medicamentos fototóxicos, entre outras.

Para tratar o melasma durante a gravidez, o ideal é… Esperar que ela termine! Sim, isso porque o período gestacional é um turbilhão de hormônios em constante movimento e qualquer ação que tomarmos no sentido de atacar a produção de melanina pode piorar o quadro e causar o efeito rebote. Além disso, muitas vezes o melasma que surge durante a gravidez regride sozinho depois desse período. De qualquer forma, a maioria dos peelings químicos é contraindicada por falta de estudos que comprovem sua segurança para o feto. Portanto, a melhor ação neste caso é a prevenção com o uso de proteção solar durante toda a gravidez.

  • Estrias

estria na gravidezCom o estiramento da pele e, mais uma vez, a ação dos hormônios, podem surgir as temidas estrias. Aqui, também é válido destacar a predisposição genética, visto que algumas gestantes apresentam muitas estrias, enquanto outras não desenvolvem nenhuma. De qualquer forma, o tratamento para elas deve iniciar apenas após o fim da gestação. Em alguns casos, dependendo da conduta a ser adotada, deve-se esperar até o término da amamentação. Isso porque os níveis hormonais já estarão normais e não haverá risco de o bebê ter contato com nenhum dos ativos utilizados durante o tratamento, se for o caso.

Para tentar evitar ao máximo o aparecimento das estrias, a melhor conduta é caprichar na hidratação da pele, utilizando formulações com vitamina E, lanolina e os óleos vegetais – os óleos minerais não são indicados, pois podem obstruir os poros. Além disso, o acompanhamento do ganho de peso durante o período pode ser feito pela gestante junto à sua equipe médica para evitar que um excesso de peso favoreça o maior estiramento da pele e, consequentemente, o aparecimento das estrias.

  • Celulite

celuliteO maior aparecimento da celulite em gestantes se dá, muitas vezes, por causa do edema característico e pelo ganho de peso normal do período. Tudo isso também está relacionado aos hormônios – que interferem diretamente na retenção dos líquidos. Para tratá-la durante a gestação, é possível investir na drenagem linfática, desde que seja feita a partir do segundo trimestre e haja autorização do médico que faz o acompanhamento de pré-natal. Isso porque há contraindicações, como hipertensão, gravidez de risco, insuficiência renal, trombose venosa profunda, entre outras, que o médico poderá avaliar antes de autorizar o procedimento.

decubito-lateralÉ importante lembrar que a drenagem deve ser feita por um profissional habilitado e capacitado, pois existem alguns pontos que não devem ser estimulados nesse caso, pois podem induzir contrações, por exemplo. Além disso, o profissional deve posicionar a gestante em decúbito lateral esquerdo para evitar a compressão das veias e artérias abdominais. Mas, se tomadas todas essas precauções, a drenagem é uma ótima aliada da gestante!

  • Acne

ACNEA acne que aparece no período gestacional está muito relacionada, também, aos hormônios, que aumentam a oleosidade da pele. Geralmente, o quadro apresenta melhora após o final da gravidez. Porém, para amenizar o incômodo, o indicado é usar produtos livres de óleo na fórmula e fazer uma boa higienização da pele – sem excessos.

Dentre os procedimentos estéticos, pode ser feita a limpeza de pele, porém, sem a utilização dos emolientes como a trietanolamina. Nesse caso, ela pode ser substituída por ativos naturais, como o extrato de alface. Para auxiliar no afinamento da pele, podem ser utilizados peelings físicos, como o de diamante. Deve haver ainda muito cuidado na hora da extração dos comedões, pois, por causa da alta carga hormonal, qualquer deslize pode ocasionar em surgimento de manchas; e não devemos utilizar o aparelho de alta frequência após a extração. As máscaras faciais também devem ser bem escolhidas de acordo com seus ativos, pois, como já dissemos, alguns são contraindicados para gestantes.

Portanto, às futuras mamães de plantão, a minha dica é: procurem um profissional capacitado para indicar os melhores tratamentos durante esse período tão especial! E, quanto a tudo que não pode ser resolvido por enquanto, tenham paciência. Curtam a gestação, vivam cada modificação do corpo e se cuidem da melhor forma possível. Dizem que passa tão rápido! Depois, quando já estiverem com os bebês nos braços, lindos e saudáveis, aí sim podem partir para a ação com tudo a que vocês têm direito!

Até a próxima!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s